A virtualização de redes como aposta para a sustentabilidade em TI

Blog - Avaya Brasil

Blog - Avaya Brasil - Sustentabilidade em ti Avaya

Por Romulo Gonçalves

Soluções de redes rentáveis envolvem agilidade para implementação e capacidade de integrar novas tecnologias. Neste sentido, a virtualização de rede é cada vez mais adotada, porque os gestores de TI precisam de estruturas flexíveis e com boa relação de custo e performance.

Como as empresas de vários portes podem usufruir dos benefícios da virtualização de redes?

O uso das redes virtuais não é novidade em grandes organizações e data centers. No entanto, com a estabilidade e popularização destas tecnologias, a virtualização está ao alcance das empresas pequenas e médias.

Se você tem dúvidas sobre a transição das redes legadas para a virtualização, destacamos dois parâmetros de tempo:

  • As redes legadas levam em média 4 dias para configurar, enquanto nas redes virtuais isso ocorre em menos de 1 dia*;
  • Para integrar novos serviços às redes legadas, o tempo médio é de 31 dias. Nas redes virtuais, a alteração leva 1 dia;

Vale lembrar que a otimização dos serviços IP e roteamento IP Multicast permite a transição gradual de tecnologias legadas de sobreposição (STP, OSPF, RIP, BGP, PIM) para a centralização de todos os serviços, o que simplifica o gerenciamento da rede.

A tecnologia Fabric tem a flexibilidade para funcionar como rede de transporte para a rede legada, interligando-se a ela como se fosse um núcleo. Uma outra possibilidade é o seu funcionamento através da rede legada, estendendo a conexão de virtualização através da infraestrutura de rede legada.

A ausência de downtimes é outro trunfo das redes virtuais sobre as redes legadas. Nas arquiteturas Fabric, quando ocorre a interrupção em algum ponto, a convergência acontece em milésimos de segundo, o que torna as falhas imperceptíveis.

Confira algumas vantagens da virtualização de redes:

  • Proporciona velocidade, flexibilidade e escalabilidade da rede;
  • Implementação rápida, fácil para alterar, atualizar;
  • Reparos podem ser feitos pela borda, sem ter de acessar o núcleo;
  • Favorece a redução de custos e ganho de eficiência;
  • Elimina estruturas físicas complexas como cabos, ligações e configurações;        

O cenário atual mostra que é quase impossível para as redes legadas adaptar-se à velocidade exigida pelo mercado. As equipes de TI têm orientado seus projetos de infraestrutura para sistemas flexíveis e com alta capacidade de performance. É tudo o que não encontramos nas tecnologias legadas.

Na mesma direção, os CIOs voltam-se para uma série de tecnologias emergentes que agilizam os processos de TI. Operações baseadas em nuvem, a colaboração corporativa e BYOD estão reconfigurando não só a infraestrutura como o gerenciamento de redes. 

*Dados fornecidos pela Avaya

 

Romulo Gonçalves é Networking Systems Engineer na Avaya e está na empresa desde 2009. Tem mais de 18 anos de experiência com soluções de Redes e Telecomunicações Corporativas, além de Infraestrutura, Sistemas Operacionais e Segurança. Mais recentemente começou a atuar como Consultor das Soluções de Fabric Networking, SDN Fx e Wireless da Avaya.  

A virtualização de redes vem como aposta para a sustentabilidade em TI.

Blog
Blog - Avaya Brasil - Seguranca digital Avaya

O paradigma da segurança digital: controle vs acessibilidade

Leia nosso blog >
eBook
Avaya Brasil - Virtualicao eBook
Blog
Blog - Avaya Brasil - Indicadores de  TI Avaya

Como a queda de link afeta relatórios de TI e o SLA da sua empresa?

Leia nosso blog >